sábado, 7 de agosto de 2010

A Certeza da Glória

Não me recordo dos enjoos.
Não me recordo da primeira vibração.
Não me recordo dos coices.
Não me recordo das intermináveis horas
que cismavam em adiar nosso encontro.


Não me recordo do tapa de frio.
Não me recordo do incômodo da novidade.
Não me recordo de sugar com tanta
fome,
ferocidade e
energia
que fizeram doer.
Não me recordo dos tombos frustrados dos primeiros passos.
Nem da primeira tarde em que nos separamos.


Mas tem algo de que me recordo:
você escolheu o amor incondicional, apesar de tudo.
E disto, não é que eu me recorde.
Tenho é certeza.
Todos os dias.

Nenhum comentário: